17 de fevereiro de 2017

Ivo e minha primeira demissão

Um amigo me pediu para publicar novamente uma resenha em que conto a primeira vez que tive que demitir alguém. Lá vai, então.


Sem nunca ter entrado numa emissora de rádio, em meados dos anos oitenta, fui gerenciar a Rádio Colmeia de Campo Mourão. Época em que ela foi modernizada e ganhou sede própria no Edifício Antares, graças ao investimento de seus proprietários e do amor que o seu Delordes Daleffe, um dos sócios e o responsável pela administração durante aqueles anos, tinha pela emissora. 

Lá trabalhavam o Anísio Morais, Acir Gonçalves, Antônio “Formigão” Miguel, Sandro Santos, Ivo Reinaldo, Rodrigues Correia, Capitão Teixeira, Coronel Bastião... Uma verdadeira seleção de ótimos locutores, que faziam tudo que uma Rádio deve fazer: informar, divertir, transmitir e, até mesmo, educar.

Compensando os baixos salários que eles recebiam fizemos alguns convênios com a comunidade, trocando publicidades com serviços. Um desses foi com a Associação dos Dentistas, que em troca de mensagens preventivas e educativas trataram de nossos locutores.

Ivo Reinaldo tinha um potencial proporcional às encrencas que criava. Ótimo redator e com um vozeirão que há muito não vejo nas rádios. Infelizmente bebia demais, chegava de manhã já “tchuco” e mesmo assim os informativos e o Jornal do Meio-Dia iam ao ar com qualidade. Dois fatos contribuíram para que ele fosse demitido: certa noite ele me chama num hospital e diz que precisa de ajuda para providenciar a documentação do falecimento de sua sogra e eu o deixo com o carro da emissora, a folclórica VW/Brasília azul, para resolver o assunto. Junto com a esposa, que também bebia bastante, não só providenciou os documentos como transportou o caixão da falecida, dentro da Brasília, até a vizinha cidade de Catuporanga, onde ocorreu o enterro. Pior, quebrou o câmbio do carro e causou um prejuízo enorme numa época em que as finanças estavam todas comprometidas com a nova sede.

Episódio superado, alguns dias depois, entrevistando o presidente de uma grande empresa mourãoense, quebrou o dente dele ao aproximar demais o gravador na boca do entrevistado. Sabe como é, mão trêmula...

Sem perder a pose, desculpou-se e disse: 

- Não se incomode não, doutor, passe lá na Colmeia que o Luizinho fez um convênio com os dentistas...

Não teve jeito, pela primeira vez na vida tive que demitir alguém, e alguém que eu admirava bastante. 

(Publicada originalmente no semanário Entre Rios, em janeiro de 2006)

The Coral - "She's Got A Reason"

The Coral é uma banda de rock inglesa, formada em 1996.


She's Got A Reason é faixa do álbum Roots & Echoes, lançado em 2007.

Um ninja no handball

Esse sete metros (pênalti) nem o Jair Grasso, João Barbosa, Custódio ou o Armando defenderiam. É para aplaudir mesmo!


Animais transparentes que é difícil de acreditar que realmente existem

Animais transparentes são fascinantes. A lista abaixo, compilada pelo portal The Bored Panda, reúne dez deles e suas características admiráveis.

Muitos são criaturas marinhas. A explicação para isso é autopreservação. Quase todos os animais oceânicos que não são protegidos por dentes, toxinas ou velocidade têm algum grau de invisibilidade.

1. Borboleta transparente
Greta oto é uma borboleta da família Nymphalidae. A transparência das suas asas resulta da combinação de três propriedades: da baixa absorção da luz visível pelo material que as constitui; da baixa dispersão da luz que passa pelas asas; e da baixa reflexão da luz incidindo sobre a superfície das asas.

2. Peixe-cirurgião transparente juvenil
Este peixe transparente é um cirurgião juvenil. Ele é encontrado em larga escala nas águas em torno de Nova Zelândia, e é da mesma espécie que a Dory de “Procurando Nemo”. A espécie pode crescer até 30 centímetros e é popular em aquários.

3. Lula juvenil
A lula Ancistrocheirus lesueurii possui um corpo transparente coberto com bolinhas de células cheias de pigmento. Ela pode ser encontrada em todos os oceanos tropicais e subtropicais, muitas vezes em profundidades de 200 a 1.000 metros.

4. Besouros-tartaruga
Os besouros da subfamília Cassidinae (popularmente conhecidos como “besouros-tartaruga”) não são completamente transparentes, mas têm uma carapaça quase invisível. A finalidade é enganar predadores potenciais, pois tal carapaça revela marcas em suas costas que agem como um aviso. Esses insetos vêm em muitas variedades – o desenho abaixo de suas conchas invisíveis pode ser belamente distinto.

5. Formiga-faraó 
A formiga-faraó (Monomorium pharaonis) é um inseto normalmente amarelo ou castanho claro, quase transparente, notório por ser uma grande praga, especialmente em hospitais. Suas origens são desconhecidas, mas ela agora foi introduzida em praticamente todas as áreas do mundo, incluindo a Europa, as Américas, a Australásia e o Sudeste Asiático.

6. Peixe-fantasma
Macropinna microstoma é a única espécie de peixe do gênero Macropinna. É famoso por sua cabeça altamente incomum e transparente, cheia de líquido, através da qual seus olhos podem ser vistos. M. microstoma é conhecido pela ciência desde 1939, mas só foi fotografado vivo em 2004.

7. Enguia-europeia
Enguias-europeias mudam de cor várias vezes ao longo de suas vidas. Elas começam transparentes, depois adquirem uma cor amarela-acastanhada nas laterais e na barriga. 5 a 20 anos mais tarde, tornam-se sexualmente maduras, seus olhos crescem, seus flancos tornam-se prateados e suas barrigas brancas.

8. Rã transparente
Hyperolius leucotaenius é uma espécie de rã endêmica da República Democrática do Congo. Pensava-se que estava extinta, mas foi encontrada e fotografada nas margens do rio Elila, um afluente do Lualaba, em 2011.

9. Polvo juvenil
Este polvo juvenil tem apenas 2 centímetros de largura, e seus órgãos internos podem ser vistos através de seu corpo transparente. Este foi fotografado em águas profundas ao largo da costa do Taiti. As manchas alaranjadas em seus tentáculos mudam de cor e são usadas para camuflagem.

10. Salpa
Este animal transparente foi capturado da península de Karikari, na ilha norte da Nova Zelândia. Especialistas acreditam que poderia ser uma salpa (Salpa maxima), comumente encontrada no Oceano Antártico. 
[ Revoada ]

Celular, mais sujo que banheiro

Aparelhos podem carregar quantidade de bactérias superior à de descargas, diz pesquisa

Apertar a descarga de um banheiro masculino ou segurar o seu próprio celular. Qual das ações vai colocar a pessoa em contato com a maior quantidade de bactérias perigosas? Segundo estudo da Universidade de Surrey, Inglaterra, a resposta são os smartphones, que contêm até 18 vezes mais micro-organismos causadores de doenças do que as descargas. 

A pesquisa, realizada por estudantes de Bacteriologia com seus próprios aparelhos, revelou altas taxas de Staphylococcus aureus, bactéria capaz de provocar infecções generalizadas. Também foram observados Bacillus mycoides, organismo inofensivo ao corpo. Outro trabalho constatou que um em cada cinco telefones possui bactérias com potencial de provocar distúrbios. 

Não faça como ele: é preciso lavar as mãos após usar o banheiro, antes de pegar o celular, para evitar doenças
Foto:  Istock
Para Carolina Cipriano, médica da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Badim, a causa principal do número elevado de bactérias nos celulares é a constante manipulação. “As mãos são cheias de bactérias e, como quem tem smartphone está sempre com ele na mão, acaba passando os organismos para o aparelho”, afirma ela. Apoiar o aparelho no chão, pias e outras superfícies sujas também aumenta a presença de bactérias. 

Apesar de 20% da população mundial carregá-la por muitos anos no corpo sem danos à saúde, a Staphylococcus aureus pode provocar infecções no corpo, aponta Carolina. “Os maiores problemas são infecções na pele”, diz. Normalmente, o micro-organismo se infiltra na corrente sanguínea através de ferimentos e cicatrizes. As doenças provocadas variam do impetigo, muito comum em crianças e contagiosa, a septicemia, infecção generalizada mais grave. 

Para não ter um celular repleto de bactérias, o segredo é um velho conhecido de todos: lavar as mãos com frequência. “As dicas são as de sempre. Lavar as mãos antes e depois de todas as refeições, ao chegar em casa e após usar o banheiro”, aconselha a especialista.

Reportagem do Jornal Hoje, da Rede Globo, mostra campanha de hospital proibindo o uso de telefones celulares no interior da instituição. Assista: 

video
[ O Dia e G1 ]

16 de fevereiro de 2017

XV de Novembro (Time do Seu Chico) - Anos 1970

Antes do futsal, do handebol e das outras modalidades, que com o tempo fomos praticando, o futebol de campo era nosso esporte principal.

Nesta edição, mostro o XV de Novembro, que treinava e jogava num campo de terra na Avenida Manoel Mendes Camargo, saída para Maringá (ali entre a atual sede da Riviera Veículos e o Colégio Unidade Polo). 

Ninguém o conhecia pelo nome e sim como time do Chico, que era nosso treinador, massagista, roupeiro e diretor presidente. Nunca mais tive notícias dele. 

Ali, formei minhas principais amizades e vivi saudosas e saudáveis aventuras, viajando, muitas vezes com mais de quarenta pessoas, em cima de carroceria de caminhões para jogos em cidades vizinhas (coitados dos comerciantes onde parávamos durante o trajeto).

Láércio, Sebastião, Ratinho, Dealmir, Marcelo, Ricardo e Romeu poderiam ter seguido carreira na modalidade. Tenho certeza que seriam bem sucedidos. Jogavam demais. O Álvaro não tinha muita habilidade, mas marcava gols como ninguém (furar pneus de carros estacionados em frente da Catedral era nossa maior especialidade. Quantos mourãoenses saiam da missa e tinham que trocar os pneus. Acho que agora já posso contar. O crime já prescreveu). 

Só não sei por que não estou nessa foto. Devo ter aprontado alguma e meu pai me deixou de castigo nesse dia. Só pode! o Arnaud deve ter engordado umas 50g desde então. Não lembrava que ele era tão alto.



XV de Novembro (Time do Chico) - Campo Mourão - 1974
Em pé: Arnaud da Silveira, Laércio Daleffe, David Cardoso, Sebastião Mauro, Odair, Ratinho e Paulichen.
Agachados: Dealmir Salvadori, Álvaro Martins, Marcelo Silveira, Ricardo Graboski, Romeu da Silva e Chico. 

Publicado originalmente no Semanário Entre Rios, em junho de 2005.

Other Lives - "Desert"


Other Lives é um grupo de indie rock de Stillwater, Oklahoma (EUA).


Desert é faixa do álbum Tamer Anilmals, lançado em 2011.

Causos de aguardente, por Rolando Boldrin


Rolando Boldrin (São Joaquim da Barra, 22/10/1936) é um músico, ator e apresentador de televisão paulista.

Atualmente apresenta o programa Sr. Brasil, pela TV Cultura de São Paulo.

Palavrões: as 10 maiores palavras dos principais idiomas do mundo

Quanto maior, melhor, mais engraçado, mais divertido e mais difícil de aprender. Vai dizer que você não se achava o máximo por saber pronunciar ‘inconstitucionalissimamente’ na sexta série? Mas pasme: existe uma palavra ainda maior em português. Essas são as 10 maiores palavras de idiomas importantes do mundo:.

10. Alemão
Na terra do chucrute, “Donaudampfschifffahrtselektrizitätenhauptbetriebswerkbauunterbeamten- gesellschaft” entrou para o Guinness como a maior em 1996. É uma junção de substantivos que significa “Associação dos Funcionários Subordinados da Construção da Central Elétrica da Companhia de Barcos a Vapor do Danúbio”.

9. Português
A maior palavra registrada em dicionário de língua portuguesa é “pneumoultrasupermicroscopicossilicovulcanoconióticamente”, uma junção de síndromes derivadas da aspiração de cinzas vulcânicas.

8. Inglês
No idioma do Tio Sam, há muita polêmica. Existe um nome químico de uma proteína que tem mais de (acredite) 189 mil caracteres, mas os dicionários de lá não reconhecem esse tipo de termo. Para o Merriam-Webster, por exemplo, a mais longa é “electroencephalographically” (eletroencefalogramicamente).

7. Espanhol
Duas palavras estão empatadas com 23 letras: “electroencefalografista” (a pessoa que trabalha com eletroencéfalograma) e “anticonstitucionalmente” (ato contrário à constituição). Tente falar isso fugindo do touro na tourada.

6. Italiano
Mama mia! “Precipitevolissimevolmente” é apontada como a mais longa do idioma e ela significa “o mais rápido possivel”. Tente pronunciá-la o mais rápido possível você também.

5. Francês
Curiosamente, o termo “anticonstitutionnellement” é apontado como o maior da língua francesa. Esta não é a única língua onde o  termo que significa algo contrário à constituição ganha esse título.

4. Japonês
Na Terra do Sol Nascente, a mais longa é a tradução da nossa “pneumoultrasupermicroscopicossilicovulcanoconióticamente”. Escrita em Katakana, símbolos de lá, parece bem mais difícil e nem todas as plataformas podem exibi-la.

3. Russo
Tudo que vem da Rússia é bem louco. Por lá, a campeã é “ryentgyenoelyektrokardiografichyeskogo”, que significa algo pertencente ao raio X eletrocardiográfico.

2. Holandês
As crianças holandesas são preparadas para o carnaval em uma atividade cujo nome é “kindercarnavalsoptochtvoorbereidingswerkzaamheden”. Essa também entrou para o Guinness em 1996.

1. Grego
Se você abrir o cardápio e se deparar com “Lopadotemachoselachogaleokranioleipsanodrimhypotrimmatosilphioparaomelitokata-kechymenokichlepikossyphophattoperisteralektryonoptekephalliokigklopeleiolagoiosira- iobaphetraganopterygon” não se assuste. É um tipo de comida. Acho que é melhor pedir o prato pelo número.

Startup cria casa transportável que fica pronta em 10 dias pela metade do Minha Casa Minha Vida


Ter uma casa incrível não precisa custar uma fortuna. É essa a proposta da start-up de arquitetura e decoração Hometeka, de Belo Horizonte-MG, que criou uma casa transportável que pode ser montada em apenas 10 dias – e com um custo bem abaixo do mercado.


A ideia foi uma criação dos arquitetos Pedro Haruf e Bernardo Horta e ganhou um prêmio promovido pela Hometeka em 2015, antes mesmo de virar um negócio. Foi depois disso que a empresa decidiu investir no projeto – agora, os arquitetos irão ganhar uma comissão sobre as vendas.


Batizado de Casa Chassi, o imóvel é construído com módulos que medem 9 x 3 metros cada. Para criar diferentes configurações de casa, é possível usar quantos módulos forem necessários e até mesmo empilhá-los para criar residências com mais de um andar.


Além da construção ser feita em apenas 10 dias, o preço do imóvel é imbatível: uma casa de 81 m² com dois dormitórios, banheiro, cozinha, sala de estar e varanda sai por R$ 175 mil (cerca de R$ 2.160 mil por metro quadrado). A título de comparação, o metro quadrado de uma casa do programa Minha Casa Minha Vida sai por R$ 4.000.


Porém, é importante lembrar que no valor do imóvel não estão incluídos a fundação da casa, que pode custar em torno de R$ 10 mil, nem mesmo o frete do imóvel já montado até o local de instalação, que é estimado em R$ 12 mil para a região Sudeste do Brasil.

O vídeo abaixo mostra como é feita a construção:

Casa construída em 10 dias | Prêmio bim.bon Senai 2015 from Hometeka on Vimeo.

15 de fevereiro de 2017

Larissa rouba pouso na Juliana Pepinelli, em Assis (SP)

Juliano, Juliana com Elis, Larissa com Luís Guilherme, João Guilherme e a Ana Letícia ali atrás

Ao retornar para Cuiabá, minha filha Larissa, o marido João Guilherme e os filhos Ana Letícia e Luís Guilherme ''filaram'' um pouso em Assis (SP) na casa do casal de amigos Juliana e Juliano. 

Aproveitaram para matar a saudade dos amigos e para amenizar o longo período na estrada no trechinho de Campo Mourão até a capital dos matogrossenses. Larissa afirmou que ''os Juliano's'' formam o casal mais hospitaleiro do mundo, que quase não conseguiram ir embora.

A linda Juliana é filha dos amigos Teresinha e Luís Pepinelli. 

Paul McCartney - "Monkberry Moon Delight"

Linda e Paul McCartney e 
James Paul McCartney (Liverpool, 18/06/1942) é um cantor, compositor, multi-instrumentista, empresário, produtor musical, cinematográfico e ativista dos direitos dos animais britânico. McCartney alcançou fama mundial como membro da banda de rock britânica The Beatles, com John Lennon, George Harrison e Ringo Starr

Lennon e McCartney foram uma das mais influentes e bem sucedidas parcerias musicais de todos os tempos, "escrevendo as canções mais populares da história do rock". 

Após a dissolução dos Beatles em 1970, McCartney lançou-se numa carreira solo de sucessos, formou uma banda com sua primeira mulher Linda McCartney (1941 * 1998), os Wings

Monkberry Moon Delight é faixa do álbum Ram, lançado em 1971, o segundo disco solo de Paul McCartney após sua saída dos The Beatles.

Pianista distraído vs cantora estúpida; vídeo


Não lembro quem me enviou, mas agradeço... Ri muito!!!

video

Mandou mensagem errada no WhatsApp? Agora será possível apagar

Chega de passar vergonha no WhatsApp, com mensagens erradas, ou mandadas para outra pessoa. Já começou a funcionar na versão beta uma nova função para apagar ou editar a mensagem, antes que ela seja lida pelo destinatário.



Será possível deletar, ou alterar mensagens, mesmo se elas já tiverem sido entregues ao celular da outra pessoa. Mas você tem que ser rápido.


A boa nova vale antes que as marquinhas da cor cinza virem azuis. A pessoa do outro lado verá apenas que o texto foi editado, ou que você deletou a mensagem.

Como fazer:
Para editar ou alterar, basta tocar na mensagem. Aí vai aparecer um menu com algumas opções. Você deve clicar em "Revoke", ou "Revogar" se o aplicativo estiver em português.

Do outro lado, o destinatário vai receber apenas o recado “esta mensagem foi revogada pelo remetente”.

O que realmente importa para os filhos (e para os pais); vídeo


Vídeo enviado pelo meu mano Walmir mostra que o que realmente importa para nossos filhos é muito, mas muito diferente do que pensamos. E melhor, é mais fácil e de graça!

video

14 de fevereiro de 2017

Os 87 anos de Dona Salma, mãe minha

Em encontro recente, o professor Vicente Piazza me contou que a então noiva Claudete, lá no final dos anos 1960, pediu para ele que não queria morar em local com terra vermelha e ele escondeu que Campo Mourão, local que escolheu para lecionar e onde foi o primeiro professor de educação física formado em faculdade que por aqui atuou, era a capital mundial dos pés-vermelhos. Casados e bem sucedidos desde então, o casal reside atualmente em Cascavel, mas vive por aqui matando a saudade da filha, netos e, claro, dessa amada e rica terra.

Ao ouvir o professor contando essa passagem lembrei de uma com meus pais, ocorrida muito antes disso, em 1958, logo que por aqui se instalaram. 

Sallime João Abraão de Lima (Dona Salma)

Dona Salma e a mana Satuti (in memorian)
Recém casados, Dona Sallime, que todos chamam de Salma, e o seu Irineu, também conhecido como Caxinha, se mudaram para Campo Mourão, onde meu pai já vinha com certa frequência, transportando madeira para todo o Brasil, e que apostou como um local de futuro para sua vida profissional e para formar uma família.

Como vieram juntos com toda a família de meu pai, na primeira viagem a negócios dele, para Campina da Lagoa, onde ele carregaria uma nova carga de madeira, minha mãe não perdeu a oportunidade de acompanhá-lo e conhecer um pouco mais dessa parte do Paraná, com suas terras vermelhas ainda sendo desbravadas, ela que vinha da rica região de Presidente Prudente. 

Seu Irineu, Dona Salma e Eu - 1962
No então distrito de Goioerê, enquanto o caminhão era carregado, meu pai e minha mãe procuraram um restaurante para a refeição do meio-dia e o melhor local era o de um hotel. Lá, ela precisou usar o banheiro e o dono do restaurante apontou um casinha de madeira que ficava nos fundos. Uma construção de madeira, erguida uns dois ou três metros de altura para corrigir a irregularidade do terreno. 

Assustada com a precaridade do lugar, mas com a necessidade fisiológica apertando, ela superou seus medos e sentou na precária privada. Mas o medo voltou aos escutar barulhos abaixo dela. Para seu espanto, percebeu porcos circulando por ali e deles, claro, é que partiam os grunhidos. 

Refeita, voltou ao restaurante, mas logo se levantou e partiu dali arrastando meu pai sem deixá-lo experimentar o principal prato do restaurante: carne suína. 

Dona Salma, Seu Irineu e os cinco filhos

Neste 14 de fevereiro minha mãe comemora seus 87 anos e, claro, desejo muitos e muitos anos de vida, sempre com muita saúde paz e amor dos filhos (5), netos (9) e bisnetos (4). 

Jorge Ben Jor - "Menina Mulher da Pele Preta"


Jorge Duílio Lima Meneses (Rio de Janeiro, 22/03/1945), conhecido como Jorge Ben e Jorge Ben Jor é um guitarrista, cantor e compositor brasileiro.


Menina Mulher da Pele Preta é faixa do álbum A Tàbua de Esmeralda, lançado em 1974.

'Demônio' em selfie intriga na internet

Rachael Gardiner queria tirar a selfie perfeita. Acabou fazendo mais do que isso.

Uma foto tirada por ela com um iPhone 6 está dando o que falar nas redes sociais da web britânica.

A escocesa de 22 anos, que usou um filtro com efeito de flores no Snapchat, aparece na foto com uma espécie de "demônio" no pescoço:

Você também vê um demônio? | Reprodução/Snapchat
"Mostrei ao meu namorado, que na hora se assustou. Todos veem um demônio na foto", contou a moradora de East Kilbride (Escócia), em reportagem do "Daily Star".

Sete ótimos filmes eróticos


Com a estreia mundial do filme Cinquenta Tons Mais Escuros, que ainda não assisti, relembrei de alguns filmes eróticos que gostei muito. Relacionei sete deles, sem ordem de preferência. Veja se concordam comigo:

LUA DE FEL (Bitter Moon, 1992)


9 1/2 SEMANAS DE AMOR (9 1/2 Weeks, 1986)


INSTINTO SELVAGEM (Basic Instinct, 1992)


MATA-ME DE PRAZER (Killing Me Softly, 2001)


PERDAS E DANOS (Damage, 1993)


LUCIA E O SEXO (Lucia y el Sexo, 2001)


CRASH, ESTRANHOS PRAZERES (Crash, 1996)