Combata a corrupção

Combata a corrupção

3 de fevereiro de 2016

Fernanda comemorando nove anos. Viva minha Princesa!!!

Fernanda no JK, no ano passado. Ela torcedora pé-quente: quando esteve no ginásio o Campo Mourão Basquete não perdeu
Neste 3 de fevereiro minha netinha Fernanda Lima Chornobai comemora seus 9 anos e o vovô coruja aqui aproveita para repetir que a amo demais e desejo só o melhor para ela. Sempre!!!

Com a prima Ana Letícia e a vovó Elvira. No cantinho superior direito dá para ver a mãe dela, a Sarah, preparando almoço para nós
Devemos nos reunir na casa dos bisavós Salma e Irineu para comemorarmos juntos a data mais do que especial. Parabéns minha Princesa!!! 

Fernanda Lima Chornobai - em pose especial no ano passado

XIXa - "Dead Man"


XIXa é um grupo de Tucson, Texas, liderados pela dupla Brian Lopez e Gabriel Sullivan.

Arte com café: o belo trabalho de Gina Iacob


A artista Gina Iacob ama pintura clássica e café. Unindo as duas coisas, ela reaproveita sobras da bebida para criar diferentes tipos de obras.

Confira alguns de seus mais belos trabalhos: 






[ Revoada ]


Zoando dos times/estádios/torcedores paranaenses


Recebi o vídeo pelo Whatsapp e dei muitas risadas. Assista.  


O futebol paranaense é mesmo uma comédia. Sem bem que o campeonato estadual é uma verdadeira tragédia.

No Facebook, vi que o comediante é Zico Lamour/Inri Cristo, tem 43 anos e é funcionário da Jovem Pan Curitiba. 

Tamanho da barriga do homem influencia nas relações sexuais, revela estudo

Uma pesquisa recentemente divulgada mostrou que altura, peso e vida sexual de alguns homens estão intrinsecamente ligados. O resultado foi bastante surpreendente: parceiros que estão acima do peso transam mais do que quem está no peso normal e ainda mais dos que tão muito magros. 

O trabalho envolveu 60 mil heterossexuais de ambos os sexos entre 18 e 65 anos para chegar a essa conclusão. Homens acima do peso ou normal se encaixam no ideal convencional de parceiro. 

Segundo David Frederick, principal pesquisador do trabalho, é socialmente esperado que o homem seja mais forte e protetor. Aqueles muito magros podem encarar o estigma de não aparentarem poder. 

Os pesquisadores separaram os homens em seis categorias, anotando a média de parceiras sexuais na vida que cada categoria registrou: 

Homem abaixo do peso – 8.2 mulheres 
Homem com peso normal – 10.9 mulheres 
Homem acima do peso – 12.8 mulheres 
Homem Obeso I – 11.7 mulheres 
Homem Obeso II – 9.4 mulheres 
Homem Obeso III – 9.3 mulheres 

De acordo com as conclusões, um homem com uma barriguinha de chope e que vira e mexe vai na academia, provavelmente, estaria acima do peso. Eles também foram separados em seis categorias de acordo com sua estatura e tiveram as seguintes médias de parceiras sexuais: 

Homem muito baixo – 9.4 mulheres 
Homem baixo – 11.0 mulheres 
Homem normal – 11.7 mulheres 
Homem alto – 12.0 mulheres 
Homem muito alto – 12.1 mulheres 
Homem extremamente alto – 12.3 mulheres 

2 de fevereiro de 2016

Formandos do Colégio Afirmativo. Campo Mourão, 1976

Do álbum da Juceli Ferrari, foto mostra os formandos do Colégio Afirmativo, atual Integrado, no ano de 1976. 

Estudei no Afirmativo no ano seguinte, por poucos meses, ainda na época em que o professor Jáder era sócio proprietário do Colégio.

Identifiquei apenas cinco dos personagens e vou precisar da ajuda dos amigos para identificar os demais.

1- Severo Zavadniak, 2-..., 3-..., 4-..., 5-..., 6- Juceli Ferrari, 7-..., 8- Izabel Panceri, 9- Inez Panceri e 10- Luiz Fernando Ubiali



Bing Crosby e Louis Armstrong no filme Alta Sociedade


Louis Daniel Armstrong (Nova Orleans, 04/08/1901 — Nova Iorque, 06/07/1971) foi um cantor, compositor, instrumentista, trompetista, cornetista, saxofonista, escritor, letrista, arranjador, produtor musical, dramaturgo, artista plástico, ator, tenor, maestro e ativista político e social estadunidense, considerado "a personificação do jazz". Louis Armstrong é famoso tanto como cantor quanto como solista, com seu trompete.

Bing Crosby (Tacoma, Washington, 03/05/1903 — Madrid, Espanha, 14/10/1977) foi um cantor e ator norte-americano. Considerado um dos maiores cantores populares do século XX, morreu vítima de um ataque cardíaco enquanto jogava golfe.

Vídeo mostra trecho do filme Alta Sociedade, de 1956, que ainda tinha no elenco Frank Sinatra e Grace Kelly em seu último filme. Ela abandonou o mundo do cinema para se tornar a Princesa de Mônaco ao se casar com o Príncipe Rainier III.

Os golaços e a bola fora do Nilmar

Neste domingo, dia 31, o Nilmar Piacentini estreou no campeonato interno do Clube dos Trinta marcou três gols na derrota do seu time. Pediu música no Fantástico e foi intimado a pagar algumas caixinhas de cerveja para o Clube.


Ontem, segunda-feira, dia de janta nos Trinta, ele foi o mestre-cuca e serviu um delicioso prato indiano. Nem a forte chuva, que nos obrigou a servir de forma improvisada, impediu de saborearmos a delícia. Uma foto com o prato do Marcelo Silveira foi tirada, mas a câmara fotográfica não suportou e perdemos a mesma.  


A bola fora, como sempre, é insistir em usar essa camisa de um timinho de nível de torneio da morte, que levou 16 anos para chegar ao Alto da Glória. 


Antes que alguém leve a sério, saiba que editei a camisa apenas pela zoação. Sou pela paz e daqueles que entendem que alguns, como eu, gostam dos olhos, outros da remela. kkk

Celsão matando as saudades das pistas de danças

No final de semana aconteceu uma animada festinha na Campagro, aqui em Campo Mourão, e o Celso Rodrigues, o Celsão, aproveitou para desenferrujar o esqueleto e mostrou toda sua malevolência ao som de Michael Jackson. Confira no vídeo:



O pai do Hyago sempre se destacou como o rei das pistas de danças mourãoenses, especialmente as do Clube Mourãoense e da Skate Discoteque.

Celso ladeado pelos amigões Leandro e Ivo


Quem vai na pescaria com o Pazini?

Pazini
Gilberto Pazini, muito amigo, nos convidou para curtir um pescaria num rio bem calminho, segundo ele na fronteira com a Bolívia. Para nos convencer, enviou um vídeo distribuído pela empresa responsável pela excursão.

Não vou. Ele que leve o professor Valdir, o imbatível!



Claro que é tudo brincadeira... até por que, nessa 'crisesinha', marolinha, o nosso exército não deve ter tanta ''bala na agulha'' assim.


1 de fevereiro de 2016

Nestor, o Pai do Noivo!


Olha só a cara de felicidade de nosso amigo Nestor Fell, em foto tirada durante a festinha de noivado do filho Allan com a bela Mariana.

Nestor é sogro da minha filha mais nova, Marina. Ou seja, os filhos dele só namoram moças com nomes parecidos e que tenham nascidas no mesmo dia: 24 de fevereiro. Ah sim! elas têm que ser a mais nova de uma casa com três irmãs. Coincidência demais!

Mariana é filha do casal Inês e Eurico, também conhecido como Tenórinho (ele fazia cobranças para uma empresa em que um dos sócios se chamava Tenório, daí...). Inês foi colega de escola no Marechal Rondon e no Estadual, assim como foi a Priscila, esposa do Nestor. 

Henrique Kumagae, Theany Fell, Priscila, Allan, Mariana, Julio Polato, Marina Lima Fell, Peter Fell, Nestor e Andreia Fell
ali na frente a nossa deusa nórdica: Julia Fell Polato 
Felicidades aos noivos!!! 

Jota Quest (com Anitta e Nile Rodgers) - "Blecaute"


Jota Quest é uma banda de pop rock formada em Belo Horizonte, em 1993. Nasceu com o nome J.Quest, por inspiração do desenho animado Jonny Quest. Para não serem processados pela Hanna-Barbera, o grupo teve de mudar o nome da banda para Jota Quest no final da década de 1990. Há também uma versão que diz que a alteração foi feita por Tim Maia, que, se referia a banda como Jota Quest.

Nile Rodgers (Nova Iorque, 19/09/1952) é guitarrista e produtor musical.

Larissa de Macedo Machado (Rio de Janeiro, 30/03/1993), mais conhecida pelo nome artístico Anitta, é uma cantora, compositora, atriz e dançarina brasileira de música pop.

Blecaute é faixa do álbum Pancadélico, o oitavo do Jota Quest, lançado em novembro de 2015.

Ferramenta on-line edita textos dentro das normas da ABNT de graça

Quem nunca quis fugir quando chegava a hora de colocar um trabalho de 100 páginas nas normas da ABNT? Para facilitar a vida dos estudantes, a startup de Curitiba (PR) Menthor.co desenvolveu um editor de texto em ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) totalmente gratuito e on-line. 

A ferramenta ajusta textos acadêmicos que tenham como referência a ABNT. De acordo com o fundador Daniel Antar, na versão disponível é possível baixar um arquivo do Word após o preenchimento dos dados. O editor completo ainda está em desenvolvimento. 

O usuário irá inserir os dados que possui, e conforme for completando a referência nos campos, um Preview situado logo acima dos boxes irá se atualizar em tempo real, permitindo ao usuário a obtenção de um feedback imediato do que está ocorrendo, sem deixá-lo perdido em nenhum momento. 

CLIQUE AQUI e comece a usar agora mesmo!

Cachaça do Paraná é eleita a melhor do Brasil; veja o top 10

A cidade de Morretes, na região serrana do Paraná, é famosa pela produção de ótimas marcas de cachaça. Confirmando o que os amantes bebida já sabiam, a Cúpula da Cachaça 2016, o concurso mais importante do país, acaba de eleger a Porto Morretes Premium como a melhor cachaça do Brasil. 

Em uma prova às cegas, 11 degustadores especializados elegeram as 50 melhores marcas do mercado brasileiro, entre brancas e envelhecidas. Mais duas paranaenses ficaram no top 10: a Companheira Extra Premium, de Jandaia do Sul, que conquistou o 3º lugar, e a Porto Morretes Tradição, que ficou em 7º. 

O evento, promovido pelo jornal Estado de S. Paulo, foi realizado nos dias 23 e 24 de janeiro, em Analândia, no interior de São Paulo. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (28). As 50 bebidas finalistas foram escolhidas dentro de um universo de 250 cachaças votadas pelo público, e produzidas no Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraíba, Ceará e Distrito Federal. 

Os jurados avaliaram 13 quesitos como aspecto visual, olfato, aroma, gosto e conjunto da obra. A prova teve duração de dois dias. 

As dez melhores


1. Porto Morretes Premium
Onde: Morretes (PR)
Madeira: 3 anos no carvalho
Preço: R$ 83 (700 ml)
Aromas frutados que rescendem a ameixa. Acidez e percepção alcoólica equilibradas. Uma cachaça redonda, sem arestas. É a terceira mais barata do top ten.

2. Reserva do Gerente Carvalho
Onde: Guarapari (ES)
Madeira: 5 anos no carvalho
Preço: R$ 55 (700 ml)
Adocicada, não tem acidez elevada nem álcool agressivo. Equilibrada, permanece bem na boca. Não sobra nem falta. Tem ótimo custo/benefício.

3. Companheira Extra Premium
Onde: Jandaia do Sul (PR)
Madeira: 8 anos no carvalho
Preço: R$ 254 (700 ml)
De textura aveludada, não se sente adstringência. Tempo adequado na madeira, não queima a boca, tem retrogosto interessante. Prazerosa.

4. Sanhaçu Umburana
Onde: Chã Grande (PE)
Madeira: 2 anos na amburana
Preço: R$ 115 (700 ml)
Untuosa, perfumada, aromas frutados que se estendem para o paladar. Encorpada. É marcante da amburana, mas pode ser enjoativa para iniciantes.

5. Reserva 51
Onde: Pirassununga (SP)
Madeira: 3 anos no carvalho
Preço: R$ 210 (700 ml)
Baixa viscosidade, poderia ter recebido menos diluição. Aromas florais leves. Na boca, é equilibrada e agradável; poderia ter retrogosto mais persistente.


6. Leblon Signature Merlet
Onde: Patos (MG)
Madeira: 2 anos no carvalho francês
Preço: R$ 96 (375 ml)
Nariz amadeirado, na boca a acidez é marcante. Mas o retrogosto não é persistente e o conjunto, apesar de acima da média, não empata com o belo visual.

7. Porto Morretes Tradição
Onde: Morretes (PR)
Madeira: 6 anos no carvalho
Preço: R$ 392 (700 ml)
Madeira não predomina, deixando aparecer aromas de baunilha, castanhas e tostados. Bom equilíbrio entre doçura e amargor dos taninos. Suave.

8. Weber Haus Extra Premium Lote 48 (6 anos)
Onde: Ivoti (RS)
Madeira: 5 anos no carvalho francês + 1 ano no bálsamo
Preço: R$ 179 (700 ml)
Bom acabamento no nariz, sem álcool agressivo; na boca surpreende por ser encorpada, ter acidez equilibrada e persistência.

9. Da Tulha Carvalho
Onde: Mococa (SP)
Madeira: 3 anos no carvalho
Preço: R$ 54 (750 ml)
Álcool pouco presente no nariz, mas aromas discretos também. Untuosa, de acidez equilibrada, podia ter retrogosto mais marcante, mas é uma cachaça acima da média.

10. Anísio Santiago/ Havana
Onde: Salinas (MG)
Madeira: 8 anos no bálsamo
Preço: R$ 459 (600 ml)
Aroma complexo, amadeirado e que rescende a bálsamo (madeira usada nesta bebida). Distinta, único defeito é a baixa untuosidade.
[ Bonde

Assustador: os 3 velórios mais inusitados do mundo

A morte muitas vezes é um momento dífícil, principalmente para os familiares, mas em algumas ocasiões, a tristeza dá espaço ao saudosismo e a memória do falecido.

Conheça três casos em que familiares e amigos de falecidos decidiram fazer homenagens bastante inusitadas e promoveram velórios com cenários surreais.

Miriam Burbank, de Louisiana, Estados Unidos
Após a morte de  Miriam Burbank, suas filhas pensaram em lhe prestar a última homenagem como a  sua mãe mais gostava: Quando era viva, gostava de ficar sentada numa mesa com amigos, fumando cigarros de menta, bebendo cerveja e  muita festa. Também gostava muito de beisebol e de palavras cruzadas.

Henry Rosario Martínez, Porto Rico
O corpo de Henry Rosario Martínez foi velado como se estivesse jogando pôquer em Porto Rico. O pedido incomum de velório foi feito pelo pai do rapaz, que quis homenagear desta maneira o filho, fanático pelo jogo.

Jomar Aguayo, de San Juan, Porto Rico
A família porto-riquenha de Jomar Aguayo, de 23 anos, o embalsamou para mantê-lo ao redor de uma mesa de um bar, onde aparece um jogo de dominó, passatempo que o jovem gostava.

29 de janeiro de 2016

Com a faixa de bicampeão estadual pela Associação Tagliari Futsal

Há algum tempo, remexendo em minhas coisas, encontrei essas camisas da Associação Tagliari e a faixa comemorativa ao bicampeonato da Taça Paraná de Futsal (atual Chave Ouro). Mostro-as mais uma vez para relembrar de quando nosso futsal entrava nas competições para disputar o título de campeão e, claro, para massagear o próprio ego. Merecemos! 


Como a camisa já não entra mais em mim (há tempo, muito tempo!), Diana Marin, colega da Rádio Rural, posou com ela e a faixa. Segundo a Eronildes Gomes, amiga no Facebook, a faixa foi confeccionada pelas cunhadas Sônia Tagliari e Maria José Fuzeto Tagliari (in memorian)


Rasgaram na final em que conquistamos o segundo título seguido, em Guarapuava, em 1980. Não lembro direito, parece que me puxaram em um lance que poderia marcar um gol, Virou relíquia.

Neil Young - "Hey Hey, My My"

Neil Percival Young (12/11/1945) é um músico e compositor de origem canadense, que fez sua carreira nos Estados Unidos. Conhecido por sua voz suave e suas letras pungentes, Young é uma lenda do rock americano, mas seu estilo musical também inclui o folk e o country rock, alternando com álbuns mais "pesados" em que algumas músicas se aproximam do hard rock, com guitarras "sujas" e longos solos improvisados com muita distorção. Seus shows são verdadeiras celebrações de rock usualmente acompanhado da banda Crazy Horse, que o acompanha desde o início da carreira. Foi considerado o 17º melhor guitarrista do mundo pela revista norte-americana Rolling Stone.

Vídeo mostra apresentação de Young no Farm Aid, realizado em 1985, em prol dos fazendeiros americanos castigados por desastres da natureza.

Hey Hey, My My é faixa do álbum Rust Never Sleeps, lançado em 1979. 

Músico com problema nos dedos toca violão durante cirurgia no cérebro

Li foi operado e conseguiu melhorar os movimentos nos dedos | AP
Um músico de 57 anos tocou violão enquanto era submetido a operação no cérebro, na terça-feira (26/1), em hospital de Shenzhen (Guangdong, China). O objetivo era ajudar os cirurgiões a identificar quais neurônios eram estimulados enquanto ele tocava o instrumento.

A cirurgia no cérebro foi realizada após o músico, identificado como Li, de acordo com o site "Mashable", apresentar um problema nas mãos conhecido como distonia musical, que compromete os movimentos necessários para manipular instrumentos.

Li começou a apresentar a doença nos anos 1990, mas o quadro se agravou nos últimos meses, o que levou o chinês è mesa de cirurgia.

Ao tocar, o músico mostrou aos cirurgiões que neurônios estavam sendo estimulados | AP
Cai Xiaodong, um dos cirurgiões envolvidos, disse que a função cerebral está agora estimulada graças a eletrodos alimentados por bateria que foram implantados em um dos ombros de Li. A bateria deverá durar por dez anos.

Após a operação, Li disse ter recuperado imediatamente 80% dos movimentos nos dedos.

Em dezembro do ano passado, um músico espanhol também ajudou os cirurgiões durante intervenção cerebral para remover um tumor. Carlos Aguilera tocou saxofone para fazer com que os médicos se orientassem e provocassem menos danos.

O vulcão de 65 mil quilômetros que fica embaixo do oceano

Recorte mostra desenho das divisões da dorsal atlântica
Imagine um vulcão. Agora imagine que sua principal cratera seja uma linha longa sobre a terra. Agora, imagine que essa linha é tão longa que ela se estende por mais de 65 mil quilômetros nos recônditos obscuros de todos os oceanos do planeta, como as costuras de uma bola de futebol.

Seja bem vindo a uma das características mais obscuras e importantes da Terra, conhecida pelo nome prosaico de “dorsal oceânica”. Ainda que seja longa o bastante para dar seis voltas em torno da lua, a dorsal recebe pouca atenção, já que fica escondida nas profundezas escuras do planeta.

Os oceanógrafos perceberam sua natureza vulcânica em 1973. Desde então, expedições caríssimas começaram lentamente a explorar esse mundo subaquático, que geralmente fica a mais de 1,5 quilômetro abaixo da superfície do mar.

Os resultados podem fazer as visões de Júlio Verne parecerem comedidas.

A dorsal conta com longas fossas tectônicas e, bem no centro delas, campos gigantes com fontes de água quente que lançam milhões de toneladas de minerais na água fria do oceano, construindo lentamente montes e torres estranhas que podem ser ricas em metais como ouro e prata.

Uma torre no Oceano Pacífico, apelidada de Godzilla, chegou a mais de 15 andares de altura. Uma infinidade de vermes marinhos e outras criaturas bizarras cobrem de vida as fontes vulcânicas, dividindo o espaço com predadores famintos como os caranguejos-aranha.

Essa vida intensa coexiste com fontes termais quentes o bastante para derreter chumbo e as janelas de plástico dos minissubmarinos. Com muito cuidado, humanos e robôs puderam medir temperaturas que chegam a 415 graus.

Dificuldades
Até o momento, esses estudos foram espaçados. As expedições à dorsal oceânica acontecem com dificuldade, com cronogramas definidos pelo clima instável e as verbas limitadas, sem falar na dificuldade de conseguir equipes e equipamentos especializados.

Documento mostra característica da gigantesca estrutura
Agora, os cientistas criaram uma nova iniciativa de pesquisa. Na Costa Oeste dos EUA, eles instalaram centenas de sensores e câmeras em um trecho especialmente ativo da dorsal, contando com cabos que levam às informações para a superfície. O observatório oceânico vai operar esses equipamentos por pelo menos um quarto de século, substituindo novidades esporádicas pela pesquisa constante.

Este mês, esses dados finalmente estão chegando à internet. Centenas de cientistas do mundo todo serão capazes de monitorar uma das características mais inquietas e enigmáticas da Terra com a facilidade de quem vê um e-mail.

“Estamos vendo isso ganhar vida”, afirmou Maya Tolstoy, geofísica marinha do Observatório Terrestre Lamont-Doherty, da Universidade de Columbia. Recentemente, ela recebeu dados que incluíam o de uma erupção. “É animador. Estamos apenas começando a compreender o que está acontecendo.”

John R. Delaney, oceanógrafo da Universidade de Washington que criou o observatório há algumas décadas, afirmou que isso iria ajudar os cientistas a entenderem melhor não apenas as fendas vulcânicas, mas também a água em seu redor, que cobre a maior parte do planeta.

“De repente, uma porta tecnológica foi aberta para estudar os oceanos de dentro para fora”, afirmou. Essa nova perspectiva, acrescentou, “é a única que vai permitir a compreensão de sua verdadeira complexidade, das centenas de processos”.

Descobertas
Uma das principais questões é como o vulcanismo muda ao longo do tempo. A antiga noção era a de que as erupções de lava líquida se mantinham mais ou menos estáveis ao longo do tempo. Agora, as pesquisas indicam a existência de picos grandes o bastante para influenciar não apenas o caráter oceânico global, como também a temperatura do planeta.

Os especialistas acreditam que a atividade possa ter maiores repercussões porque a dorsal oceânica é responsável por 70% de todas as erupções vulcânicas da Terra.

Em princípio, isso a transforma em uma enorme fonte de calor e minerais exóticos, além de gases comuns, como o CO2, liberados por qualquer tipo de vulcão. “É uma nova perspectiva sobre como a Terra funciona. Nossos olhos e ouvidos estão em uma parte do leito oceânico que é realmente dinâmica”, afirmou Daniel J. Fornari, cientista no Instituto Oceanográfico Woods Hole, em Cape Cod, Massachusetts.

A partir dos anos 90, os oceanógrafos começaram a ver o que o monitoramento constante tinha a oferecer quando a Marinha dos EUA compartilhou com eles uma rede anteriormente secreta de microfones instalados no fundo do mar, usados durante a Guerra Fria para acompanhar a movimentação dos submarinos inimigos. De repente, os cientistas marinhos passaram a ouvir as erupções vulcânicas e a estudar suas consequências.

Recentemente, Maya Tolstoy, da Universidade de Columbia, utilizou dados acústicos de nove erupções no leito oceânico ao longo de quase duas décadas para traçar um retrato cheio de surpresas. Revelou-se que todas essas erupções, ocorridas nos oceanos Pacífico, Atlântico e Ártico, ocorreram entre janeiro e julho.

A causa, segundo ela, é a órbita levemente elíptica da Terra ao redor do sol. Isso muda a força da atração gravitacional do sol durante o ano e, como resultado, a magnitude das marés que espremem o planeta. Ela afirmou que as erupções coincidem com o momento de maior pressão exercida pela gravidade. Além disso, Maya também sugeriu que esses mecanismos podem ajudar a explicar por que as eras do gelo acabaram tão repentinamente no planeta – um mistério que por muito tempo ficou sem resposta.

Os níveis oceânicos caem de forma extrema nesses períodos de frio, uma vez que a água está presa em gigantescas calotas de gelo. Em um artigo, ela sugere que uma vez que a dorsal oceânica fique sem a pressão da água, as erupções se tornam mais frequentes. Como resultado, mais dióxido de carbono é lançado no oceano e, eventualmente, também na atmosfera, aquecendo o planeta como consequência.

Em resumo, de acordo com essa hipótese, as calotas de gelo crescem a ponto de iniciar sua própria destruição, levando a água de volta aos oceanos. Foi essa ideia radical que gerou tanto debate.

Em uma entrevista, Maya afirmou que as evidências coletadas no leito marinho sugerem que a dorsal oceânica seja “especialmente sensível” às mudanças no estresse, tornando-as mais abertas à influência dos astros. Os cientistas afirmam que esses fatores podem um dia ajudar a entender como o clima da Terra varia tanto ao longo das eras, de forma a aperfeiçoar seus modelos de computador e previsões.

Por meio da análise de centenas de características da dorsal, o observatório subaquático promete ajudar os cientistas a resolverem essas charadas.

Estrutura
Ele fica sobre a cordilheira de Juan de Fuca. O centro de atividade vulcânica – com cerca de 500 quilômetros de extensão — fica na Costa Oeste da América do Norte, indo da Columbia Britânica ao Oregon. O observatório é dividido em duas partes. O Canadá opera o trecho que fica mais ao norte, ao passo que os EUA operam o que fica mais ao sul, como parte de um programa conhecido como Iniciativa dos Observatórios Oceânicos.

Ao todo, o programa custa cerca de US$500 milhões – muito menos que os telescópios óticos de última geração que estão sendo construídos em todo o planeta. A Fundação Nacional de Ciências, o principal financiador de ciências básicas do governo federal, pagou pela parte americana.

Juntas as duas partes contam com mais de 1.600 quilômetros de cabos, dezenas de caixas de junção e centenas de sensores.

Os instrumentos no leito do oceano incluem metros de inclinação, câmeras, sismógrafos, medidores de temperatura, hidrofones, sondas químicas, sensores de pressão e coletores de amostras de fluidos. Além disso, plataformas móveis sobem e descem com a ajuda de longas amarras para realizar colunas de água. Os principais cabos do observatório chegam à superfície em Port Alberni, na Ilha de Vancouver, e em Pacific City, Oregon.

“Nós temos o observatório de cabos mais avançado em qualquer vulcão dos oceanos do mundo todo”, afirmou Deborah S. Kelley, cientista da Universidade de Washington que dirige o segmento norte-americano. “Existem muitas descobertas pela frente.”

Além de emagrecer, berinjela limpa as artérias e protege seu coração: saiba consumir

Além de emagrecer, berinjela limpa as artérias e protege seu coração: saiba consumir

Boa fonte de cálcio, ferro e fósforo, a berinjela é composta por 92% de água e deveria sempre estar presente no cardápio de quem quer manter a saúde em dia e o corpo em forma, já que o alimento é conhecido como poderoso aliado da deita.

Rica em fibras solúveis, que garantem saciedade, e antioxidantes, a berinjela ainda tem poucas calorias, impede a absorção de gordura pelo organismo e colabora com a redução dos níveis de colesterol e triglicérides. O alimento ainda protege o coração e dificulta a formação das placas de gordura nas artérias devido seu alto teor de antioxidantes.

Como consumir berinjela
Bastante versátil, a berinjela permite diversos preparos e não ficar somente presa à tradicional salada. Quando aliada ao limão, ela rende um suco desintoxicante que acelera o metabolismo e auxilia na digestão. 

Outra opção bastante simples de consumir os nutrientes do alimento é preparar uma água de berinjela, que garante sensação de saciedade, além de promover um poderoso efeito diurético, que é capaz de eliminar toxinas do corpo e reduzir o inchaço.

É possível ainda turbinar o processo de emagrecimento fazendo em casa uma farinha de berinjela que pode ser adicionada no preparo de pratos como omelete, caldos e sopas e através de uma infusão natural.

Para fazer um chá de berinjela que combate doenças e afina a cintura, basta cozinhar o vegetal, em fatias, submerso em água por aproximadamente 15 minutos, passar pelo coador e esperar esfriar antes de consumir. Para cada berinjela, deve ser utilizado meio litro de água filtrada.

Suco de berinjela com limão

Ingredientes:
1 litro de água​
Suco de 2 limões
1 berinjela crua em cubos, com casca
Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador, acrescentando cubos de gelo, e mantenha na geladeira. É importante consumir a porção ao longo do dia e não deixar mais de 48 horas armazenado para não perder as propriedades

Farinha
Você pode produzir sua própria farinha em casa. Em uma forma, coloque 1 quilo de berinjela com casca cortada em fatias. Leve ao forno em temperatura entre 160ºC e 200ºC por cerca de 2 horas, ou até ficar completamente desidratada. Em seguida, triture no processador ou liquidificador até obter o pó.

27 de janeiro de 2016

Curiosidades Sobre Campo Mourão, por Wille Bathke Jr.

Você sabia quê:
  • A primeira família a fixar-se em Campos do Mourão foi a de José Luis Pereira (1903)?
  • A rua Harrison José Borges chamava-se rua Ceará?
  • A rua Francisco Ferreira Albuquerque era rua Paraná?
  • A rua Roberto Brzezinski denominava-se rua Curitiba?
  • A avenida John Kennedy chamava-se avenida Federal?
  • O nome de João Bento era João Rodrigues Monteiro?
  • O nome de Campos do Mourão é homenagem a Luíz Antônio de Souza Botelho Mourão?
  • O nome Campo Mourão foi grafado (1947) na lei de criação do Município?
  • A praça Getúlio Vargas era denominada praça 10 de Outubro?
  • O nome de Afonso Botelho é Afonso Botelho de Sampaio e Souza? 
  • O estádio municipal Roberto Brzezinski era denominado estádio Olímpico?
  • O nome do Comendador Marcondes era Norberto Mendes Cordeiro?
  • Campo Mourão tinha cinco clubes sociais: 1° de Maio, 10 de Outubro, Mourãoense, Country e Sonibram? 
  • A Coamo foi fundada dia 28 de novembro de 1970 na antiga AABB da rua Brasil, com 79 sócios?
  • Fioravante João Ferri foi um dos fundadores e primeiro presidente da Coamo?
Wille Bathke Jr
Pois saibam ainda que o Wille foi meu colega de Rádio Colméia em meados dos anos 1980 e hoje ele nos abastece de importantes informações como essas acima através de seu Blog

Barry White e Lisa Stansfield - "All Around the World"

Dica da Fátima Albuquerque, via Facebook.


Lisa Jane Stansfield (Heywood, Inglaterra, 11/04/1966) é uma cantora britânica.

Barrence Eugene Carter, mais conhecido como Barry White (Galveston, 12/09/1944 — Los Angeles, 04/07/2003) foi um cantor, compositor, maestro e produtor musical norte-americano.

Rara girafa branca é vista na Tanzânia


Esta girafa de 15 meses de idade é um animal raro. Chamada de Omo, sua beleza impressionante resulta da sua pele incomumente branqueada.


Na realidade, Omo sofre de leucismo, uma condição que resulta em uma perda parcial de pigmentação. Logo, ela não é como as outras girafas, que possuem uma cor amarelo vivo.


Omo vive no parque nacional de Tarangire, na Tanzânia. O Dr. Derek Lee, fundador e cientista do Instituto Natureza Selvagem, afirma que a girafa parece se dar bem com seus semelhantes.


“Ela sempre foi vista com um grande grupo de girafas normalmente coloridas – elas não parecem se importar com sua aparência diferente”, explicou.


Derek e seus parceiros trabalham na conservação e anti-caça furtiva de girafas, para ajudar Omo e seus parentes a ter uma melhor chance de sobrevivência. “Esperamos que ela tenha uma vida longa e que algum dia tenha seus próprios filhotes”, diz. 
[ Revoada ]

Handebol: O golaço do dinamarquês Hansen contra a Rússia, em 2008

Jogos Olímpicos de 2008, disputado em Pequim, partida empatada entre Dinamarca e Rússia em 24 gols, o cronômetro zerou e uma falta foi marcada contra os russos. Pela regra ela deve ser batida, mesmo com o tempo expirado, e o cobrador não pode saltar para chutar a gol. Pois bem, vejam o que fez Mikkel Hansen, considerado um dos melhores do mundo na atualidade, mas que só tinha 21 anos quando fez o golaço, O vídeo apresenta infográficos para dimensionar o tamanho da façanha.

Nem uma das duas equipes conquistaram medalha na competição, que teve a Franca com a medalha de Ouro, Islândia com a prata e a Espanha com o Bronze.

Assistam, vale a pena. Atentem que ele colocou curva no arremesso...

Preço do pedágio no Paraná tinha de cair 50% e número de obras dobrar, diz Fiep

Reportagem da Gazeta do Povo, de 21 de janeiro, aponta aquilo que todos nós sabemos desde sempre. Mas é bom ficar por dentro do que realmente ocorre nessa parceria entre nós, os paranaenses, e as empresas contempladas com as rodovias do nosso estado. 

Lembrei de uma frase que meu finado amigo português, Carlos Alberto, usava sempre que tinha algum novidade do governo: É o plano Caracu, eles entram com a cara e nós com o... resto


Comparação com concessões recentes de estradas mostra qual situação seria vantajosa para prorrogar os contratos no Paraná


Um comparativo entre o sistema paranaense de pedágio e as recentes licitações de concessões de rodovias feitas pelo governo federal indica como as tarifas estão pesando para os usuários do Anel de Integração do estado. Para se adequar aos moldes do que está sendo praticado no mercado atualmente, os preços do pedágio no Paraná deveriam ser reduzidos pela metade e a quantidade de obras nas rodovias tinha de dobrar.

O estudo reúne dados apurados pela empresa de consultoria Macrologística e também informações coletadas pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

Não é um levantamento sobre a possibilidade de renovação de contratos de pedágio. Mas, na prática, aponta indícios de em quais situações seria vantajoso manter as empresas que já administram as rodovias. Também serve de parâmetro para o Ministério dos Transportes, que desde meados do ano passado está avaliando em que condições aceitaria estender a delegação das rodovias federais ao governo do Paraná e concordar com a renovação dos contratos. O resultado das análises preliminares deve sair no fim do mês.

O estudo conduzido pela Fiep busca, indiretamente, uma resposta para o dilema: manter as altas tarifas do pedágio, esperar os contratos acabarem em 2021 e fazer novas licitações; ou reduzir os preços agora, com novas exigências de obras, mas prorrogando os contratos atuais, com todos os defeitos que têm, por mais vários anos?

Terceira geração
O estudo da Fiep comparou os pedágios de primeira geração, feitos no fim da década de 1990, com os de terceira geração, com licitações realizadas no ano passado pelo governo federal. Os de segunda geração, de 2007, foram desconsiderados porque não permitiriam os mesmos parâmetros para comparação. É o caso dos trechos das BRs 376 e 101, entre Curitiba e Florianópolis, que já eram totalmente duplicados quando foram repassados à iniciativa privada, e da ligação entre Curitiba e São Paulo pela BR-116, que tem fluxo tão intenso de veículos que o volume de tráfego financia as obras necessárias. Nesses dois casos, o valor da tarifa ficou baixo.

Além de considerar os modelos que estão no mercado atualmente – e foram praticados em concessões recentes no Mato Grosso e em Minas Gerais, por exemplo – a Fiep avalia que só seria possível começar a falar em renovação de contratos no Paraná se houver total transparência na negociação e segurança jurídica (ou seja, certeza de que a alteração contratual é legal e que não poderia ser questionada por um futuro governante). A Fiep tem realizado reuniões regionais com empresários e lideranças locais, para apresentar os dados. Já foram sete encontros e o próximo acontece nesta sexta-feira (22), em Foz do Iguaçu.

Conheça o histórico do Anel de Integração:

Tamanho
1,8 mil dos 2,5 mil quilômetros do chamado Anel de Integração são de rodovias federais que estão cedidas ao governo estadual até 2021, quando acabam os atuais contratos. Para estender o prazo das concessões, o governo federal precisaria ser convencido de que é um bom negócio. Por isso, o Ministério dos Transportes determinou que fosse formada uma equipe de trabalho, comandada pelo gerente Luciano Castro, para analisar em que condições a prorrogação seria interessante. Castro já esteve no Paraná algumas vezes vistoriando as rodovias e anunciou que resultados preliminares seriam divulgados no final de janeiro. O governo federal já antecipou que as principais exigências para aceitar o acordo são a duplicação de todas as rodovias e redução drástica de tarifas.

Negociação
Desde maio de 2011 o governo estadual está revisando os contratos de concessão com o argumento de que é necessário identificar situações de desequilíbrio – que estariam prejudicando as empresas ou os usuários. Até o momento, duas concessionárias concordaram em encerrar ações judiciais em troca de aditivos contratuais. O governo do Paraná nega que esteja encaminhando a discussão para a prorrogação dos contratos. A informação oficial é de que o caso foi levado a Brasília, para debate no Ministério dos Transportes, por entidades que defendem a redução imediata das tarifas, mesmo que signifique a prorrogação dos prazos. O argumento é de que os preços praticados atualmente prejudicam a economia paranaense. No final do ano, o governador Beto Richa foi a Brasília para tratar do assunto.

As entidades
O G7 – grupo formado pelas principais entidades do setor produtivo do Paraná – “rachou” por discordâncias sobre a prorrogação dos contratos de pedágio. Enquanto a Fiep se manifestou contra, a Federação da Agricultura do Paraná (Faep) defende a ideia. Procurada pela Gazeta do Povo, a Faep informou que não tem um estudo semelhante ao da Fiep e que não considera viável qualquer tipo de comparação entre concessões com modelos tão distintos.

Comparativo
Ao comparar o valor da tarifa e a quantidade de obras de duplicação que as concessionárias são obrigadas a fazer é possível perceber que os preços praticados no Paraná são, em média, o dobro dos cobrados por pedágios do governo federal e o volume de obras é a metade do que é exigido das novas concessões.

 Abaixo, três pares de comparação que usam parâmetros semelhantes, como tamanho da malha viária ou fluxo de veículos.