13 de junho de 2018

Pastilha de parede é 85% feita com garrafas PET recicladas

A cada metro quadrado do produto são retiradas do meio ambiente 66 garrafas plásticas.


Feitas com até 85% de PET reciclado, as pastilhas Rivesti são fabricadas por processo totalmente sustentável, que não utiliza água, não gera resíduo, não emite poluentes atmosféricos e demanda baixo consumo de energia elétrica, o que as tornam as únicas no mundo a utilizar um processo tão sustentável em sua produção.

Essas pastilhas também evitam o lançamento de 3Kg de CO2 na atmosfera a cada m² de produto e retiram 66 garrafas PET do meio ambiente. Para os arquitetos preocupados com a sustentabilidade, fica a dica: a utilização de 40m² das pastilhas Rivesti é suficiente para evitar que 1m³ de área do planeta se transforme em aterro sanitário.


Praticidade
O design das pastilhas permitem uma rápida aplicação e evita desperdício, já que possuem encaixes laterais que facilita a aplicação alinhada das placas, impedindo erros e agilizando o processo. Esse material pode ser aplicado por cima do revestimento antigo, o que garante ainda mais agilidade.


Outra vantagem é que as pastilhas Rivesti têm 0% de absorção de água e também podem ser aplicadas em áreas molhadas. Além disso, as propriedades antifúngicas e antiaderentes da nanotecnologia aplicada às pastilhas facilitam a limpeza cotidiana e impedem a proliferação de fungos e bactérias que deterioram o visual dos produtos convencionais.


A pastilha é comercializada nos formatos quadrado, geométrico, triangular e subway, e todos são fabricados em 33 cores, o que permite versatilidade no uso e liberdade criativa nos projetos.
Postar um comentário

Mourãoenses pelo mundo: Família Almeida - Houston (EUA)

Márcia, Ana Maria e Cristina Marquinhos, Dona Dorotéia e Zé Roberto (que sempre vi sendo tratado por Zé Migué)  Do álbum do Jayminho B...