Professores Idê e Gilmar e esposas na Arcam - 1983

Paulo Gilmar Fuzeto, Elza Toneti Fuzeto, Clarice e Idevalci Ferreira Maia - Arcam (1983)
Foto de 1983 mostra os professores de educação física Gilmar Fuzeto e Idevalci Maia com as respectivas esposas, Elza e Clarice, curtindo um evento na sede da Arcam, a associação dos funcionários da Coamo.

Gilmar e Idê fazem parte da história do esporte de nossa cidade, com grandes trabalhos realizados principalmente no handebol.

Gilmar esteve à frente da seleção mourãoense que conquistou o primeiro título estadual para nossa cidade. Ele foi meu técnico na equipe juvenil do Becari Futsal e colega na Associação Tagliari que conquistou o primeiro título da Taça Paraná (atual Série Ouro), lá em 1979. O cigarro na mão dele mostra como os tempos eram outros (era bonito fumar nessa época. As melhores propagandas na televisão eram de cigarros. Tão boas que dava vontade de sair fumando só de assisti-las). Tenho a impressão que o amigo ainda tem esse mau hábito.  

Idê é o grande responsável pelo handebol ser praticado em alto nível (rendimento), até os dias de hoje, em Campo Mourão. Veio para cá -- ele é de Terra Boa -- para implantar o alto rendimento e nos preparar para as disputas dos Jogos Abertos do Paraná (Jap´s) de 1976, na primeira vez que que a cidade sediou o principal evento poliesportivo do Estado. Frustração: há poucos dias dos Jap´s fui cortado da seleção mourãoense para dar vaga para atletas importados de São Paulo. Mas, confesso, nunca guardei mágoa e entendo que vinda desses craques paulistas também colaborou para o engrandecimento do meu esporte preferido. Mas isso lá em 1976. Nos dias de hoje, com toda informação disponível e condições oferecidas pelo município, considero inaceitável trazer atletas de fora apenas para representar a cidade em eventos sem expressão alguma. Até por que, os Jogos Abertos do Paraná há anos que perdeu sua importância. A Paraná Esporte acabou com evento, que hoje é apenas uma semana para encontro do velhos amigos, disputado por equipes de segunda categoria e que passa despercebido pelos paranaenses. Os Jogos da Juventude tomou o lugar dos Jap's em importância, mas também vejo esse péssimo hábito, trazer atletas de fora para nos representar, nessa competição.

Temos muito em comum atualmente: vivemos para curtir os lindos, perfeitos e inteligentes netos. Além disso, nos reunirmos, de vez em quando, para colocar a conversa em dia e consertar o Brasil e o Mundo. Também nos organizamos para realizar a 2ª Noite de Gala do Handebol Mourãoense, que deve ser realizada em novembro desse ano. 
Postar um comentário