Stúdio Old Tattoo

Stúdio Old Tattoo
Old Tatoo

Pais que deixam os filhos serem os reis da casa são os mais abandonados por eles


Publico o vídeo abaixo como alerta para muitos pais que não dão a devida educação aos filhos, lhes dão de tudo e acham que isso basta para prepará-los para as durezas que a vida nos apresenta. 

Nunca me verão repreender crianças que estejam brincando. Nada me alegra mais do que vê-las se divertindo esbanjando saúde e vitalidade. Mas, entendo que os pais de algumas mereçam um puxão de orelhas de  vez em quando. 

Na terça-feira passada fui à missa à noite e duas crianças brincavam dentro da igreja e, com toda ingenuidade e naturalidade, gritavam muito no interior do Santuário que cheguei a pensar que o padre iria repreende-las, mas, assim como eu e todos os presentes, deixou pra lá e tocou a celebração até o seu final. É claro que as crianças não perceberam a situação.  O que faltou foi "desconfiômetro" aos pais e sobrou paciência ao religioso e todos que acompanhavam a missa na Vila Urupês.  

O vídeo abaixo circula bastante pelas redes sociais e mensageiros mostrando o psicólogo Rossandro Klinjey falando de forma esclarecedora e estimuladora sobre o comportamento de pais com relação a criação e educação de seus filhos. Ele afirma, e eu avalizo, que PAIS QUE DEIXAM OS FILHOS SEREM OS REIS DA CASA SÃO AQUELES COM MAIS CHANCE DE SEREM ABANDONADOS POR ELES NO FUTURO. 

Educação se dá em casa!

video

Rossandro Klinjey é palestrante e escritor, Psicólogo Clínico, Mestre em Saúde Coletiva e Doutor em Psicanálise. É autor do livro Temas complexos: uma abordagem didática e coautor do livro Educando para a paz, editado pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG. Foi professor universitário por mais de dez anos, quando passou a se dedicar à atividade de palestrante. Hoje, ele atua nas áreas de recursos humanos, motivacional, liderança, perspectivas da educação, relações interpessoais, desenvolvimento emocional, gestão de pessoas, serviço público, cultura de paz, entre outros.
Postar um comentário