Stúdio Old Tattoo

Stúdio Old Tattoo
Old Tatoo

[Vídeo] A triste história das estátuas que se movem

Meu cunhado, Paulo Schen, me enviou um vídeo com imagens muito bonitas de duas estátuas, que movem, se abraçam e viram de costas uma para a outra. Pesquisei e descobri no Momento Curioso todos os detalhes sobre a obra e o que motivou a construção da mesma. Confira.


Estátuas que podem se mover por conta própria, pode soar um pouco assustador, mas essas duas estátuas que se movem sozinhas em Batumi, na Geórgia são reais.

A peça de grande escala caracteriza um homem e uma mulher feitas com estacas metálicas. Na primeira, as estátuas enfrentam uma a outra. Depois de um tempo, elas começam a se mover cada vez mais perto uma da outra. Eles continuam a avançar até que tenham um breve momento de contato, mas este conceito de proximidade é de curta duração, porque elas não param quando se encontram. Em vez disso, eles continuam em seus caminhos até que uma atravessa a outra.

As estátuas, projetados e construídos pelo Tamara Studio em 2007, representam os personagens principais em uma das mais célebres histórias de amor da região.

O conto, Ali e Nino, conta a história de Ali, um menino muçulmano, e Nino, uma princesa georgiana. Quando eles se encontram, os dois imediatamente se apaixonam, mas tudo termina quando são destruídos pelas forças soviéticas.

A triste procissão destas duas figuras imensas representa a trajetória de Ali e Nino e seu amor impossível. Apesar de suas culturas se chocarem, eles se reúnem para uma breve união … mas tudo termina quando forças externas ficam em seus caminhos.


O romance foi escrito por um autor que usava o pseudônimo de Kurban Said. Até hoje, ninguém sabe a verdadeira identidade do autor.

Assista a procissão completa no vídeo abaixo:

Postar um comentário