Stúdio Old Tattoo

Stúdio Old Tattoo
Old Tatoo

Nossa majestade o Rei Pelé!

O ano é 1968. O Santos está enfrentando a seleção universitária da Colômbia. O juiz não marca um pênalti para o time brasileiro. Pelé reclama e recebe o cartão vermelho. Sem dar um pio, o Rei deixa o campo. A torcida reage diferente. 

Como a maioria das pessoas estava ali para ver Pelé em ação, o árbitro vira alvo de uma chuva de pedras e almofadas. Logo torcedores invadem o campo e agridem o juiz, que acaba sendo substituído por um bandeirinha. Qual é a primeira atitude do sujeito? Revogar a expulsão. Sua Majestade volta para o campo e a torcida enlouquece. (No DVD Pelé Eterno)

Sou da turma que não gosta do cidadão Edson Arantes do Nascimento, mas é apaixonado pelo Pelé. Para mim, pelo pouco que vi ao vivo e pelo muito que li e assisti, ele será sempre insuperável como jogador de futebol. Um exemplo da capacidade do santista: no campeonato paulista de 1958 ele foi o artilheiro com... 58 gols.

Sempre que vejo alguém dizendo que Maradona, Messi, Neymar ou o Robertinho Pizza é/foi melhor, falo para me procurarem quando um deles ganhar três Copas do Mundo, dois Mundiais Interclubes, marcarem mais de mil gols, isso numa época que a bola, campo, chuteira eram os mais rústicos possíveis. Atualmente tudo favorece, tanto que tem um monte de perna de pau, que só sabe correr, com salários milionários (vide os Higuain, Aguero da vida. Lembrei apenas dos hermanos. Tem o Di Maria que também acho fraco, mas ele é melhor que os dois centroavantes argentinos). Sem falar das trocentas câmeras filmando tudo que não fazem em campo. Na época do Pelé eram poucas e sem recurso algum. Aliás, quando ele começou jogar nem transmissão ao vivo era possível ainda. Atualmente, até o Messi ''gorfando'' em campo é transmitido para todos os cantos do mundo no mesmo instante. 

Para mim o gol mais bonito do Pelé foi esse abaixo, contra a então Thecoslováquia na Copa de 1970. Incrível como o Rei vira o dorso para dominar a bola no peito e estufar a rede em seguida. Assista.


Postar um comentário