egrana

Beth Carvalho - Marchinhas de Carnaval

1977: Elvira e eu nos bons tempos do carnaval no Clube 10

Se o carnaval fosse apenas com essas marchinhas eu voltaria aos salões para a Festa de Momo. Não sou daqueles que vivem falando que antigamente era melhor, mas nos tempos dos carnavais com essas músicas tudo era melhor: letras inofensivas, respeitosas, inteligentes, salões dos clubes cheios, foliões animadíssimos (alguns mais que os outros), e paz, muita paz com todos se respeitando. 


Elizabeth Santos Leal de Carvalho, mais conhecida como Beth Carvalho (Rio de Janeiro, 05/01/1946), é uma cantora e compositora brasileira de samba.



Ó Abre Alas
(Chiquinha Gonzaga)

Ô abre alas que eu quero passar 
Ô abre alas que eu quero passar 
Eu sou da lira não posso negar 
Rosa de ouro é que vai ganhar 

O teu Cabelo não Nega
(Lamartine Babo e Irmãos Valença)

O teu cabelo não nega, mulata 
Porque és mulata na cor
Mas como a cor não pega, mulata
Mulata eu quero o teu amor. 

Linda morena
(Lamartine Babo)

Linda morena, morena 
Morena que me faz penar 
A lua cheia que tanto brilha 
Não brilha tanto quanto o teu olhar 

Pierrot Apaixonado
(Noel Rosa e Heitor dos Prazeres)

Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina acabou chorando
Acabou chorando

Mamãe eu quero
(Jararaca e Vicente Paiva)
Mãmãmãmãmãmãmãmãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero mamar! 
Dá a chupeta! (não dou), dá a chupeta! (não dou)
Dá a chupeta dá a chupeta pro bebê não chorar

Yes, nós temos Bananas
(João de Barro e Alberto Ribeiro)

Yes, nós temos banana
Banana pra dar e vender 
Banana menina 
Tem vitamina banana 
Engorda e faz crescer 

Jardineira
(Benedito Lacerda e Humberto Porto)

Ô! Jardineira, por que estás tão triste? Mas o que foi que te aconteceu? 
Foi a camélia que caiu do galho, deu dois suspiros e depois morreu
Foi a camélia que caiu do galho, deu dois suspiros e depois morreu

Vem jardineira! Vem meu amor! 
Não fique triste que esse mundo é todo teu
Tu és muito mais bonita que a camélia que morreu

Allah-la ô
(Haroldo Lobo e Antônio Nássara)

Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô 
Mas que calor, ô ô ô ô ô ô 
Atravessamos o deserto de saara 
O sol estava quente queimou a nossa cara 
Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô ...

Eu brinco 
(Pedro Caetano e Claudionor Cruz)
Com pandeiro ou sem pandeiro, ê, ê, ê, ê, eu brinco
Com dinheiro ou sem dinheiro, ê, ê, ê, ê, eu brinco
Com pandeiro ou sem pandeiro, ê, ê, ê, ê, eu brinco
Com dinheiro ou sem dinheiro, ê, ê, ê, ê, eu brinco

Saca-rolha 
(Zé da Zilda, Zilda do Zé e Waldir Machado)

As águas vão rolar 
Garrafa cheia eu não quero ver sobrar 
Eu passo mão na saca saca saca rolha 
E bebo até me afogar 
Deixa as águas rolar 
As águas vão rolar 
Garrafa cheia eu não quero ver sobrar 
Eu passo mão na saca saca saca rolha 
E bebo até me afogar 


Quem sabe, sabe
(Joel de Almeida e Carvalhinho)

Quem sabe, sabe conhece bem 
Como é gostoso gostar de alguém 
Quem sabe, sabe conhece bem 
Como é gostoso gostar de alguém 
Quaráquaráquaráquará... Melhor motorista não há
quaráquaráquaráquará... Melhor motorista não há 


Me dá um Dinheiro aí
(Ivan Ferreira, Homero Ferreira e Glauco Ferreira)

Ei, você aí! Me dá um dinheiro aí! Me dá um dinheiro aí! 
Ei, você aí! Me dá um dinheiro aí! Me dá um dinheiro aí!

Índio quer Apito
(Haroldo Lobo e Milton de Oliveira)
Ê, ê, ê, ê, ê, índio quer apito, se não der pau vai comer! 
Ê, ê, ê, ê, ê, índio quer apito, se não der pau vai comer!

Marcha do cordão do bola preta
(Nelson Barbosa e Vicente Paiva)

Quem não chora não mama
Segura meu bem a chupeta
Lugar quente é na cama
Ou então no bola preta

Marcha do Remador 
(Se a Canoa não Virar) 
(Antônio Almeida e Oldemar Magalhães)
Se a canoa não virar olê olê olá
Eu chego lá
Se a canoa não virar olê olê olá
Eu chego lá

Chuva, Suor e Cerveja
(Caetano Veloso)
Não se perca de mim
Não se esqueça de mim
não desapareça

A chuva tá caindo
E quando a chuva começa
Eu acabo de perder a cabeça
Não saia do meu lado
Segure o meu pierrot molhado
E vamos embolar
Ladeira abaixo
Acho que a chuva
Ajuda a gente a se ver
Venha, veja, deixa
Beija, seja
O que deus quiser


Postar um comentário