Metasepia Pfefferi: o adorável hipopótamo do mar (Vídeo)


Um exótico multicolorido habitante dos mares, de olhos lânguidos e cativantes, passa a maior parte de seu tempo a “caminhar” no fundo marinho e muito se assemelha a um hipopótamo por causa de seu osso de sépia, pequeno em comparação às outras espécies da sua família.

Esta espécie - que por sinal está em perigo de extinção - é encontrada principalmente na Austrália e é caracterizada pelas suas cores brilhantes e em contínua evolução sobre o seu manto: são células especiais chamadas ​​"cromatóforos".


A cor e a textura do seu corpo em contínua mudança faz com que este animal também se pareça como uma luz flutuante, como se viesse diretamente de um desfile da Disneyland ou do carnaval do Rio. Um momento depois, ela pode mudar radicalmente sua cor e misturar-se ao fundo marinho como se fosse uma rocha.


O cineasta e biólogo Shane Siers gravou (vídeo abaixo) uma Metasepia pfefferi em sua dança hipnótica no fundo do oceano em Puerto Galera, Filipinas: "Normalmente, estes animais não têm mais do que oito centímetros - explica Siers - mas a pequena estatura é contrabalançada pelo comportamento bizarro e pela coloração extravagante. Para se moverem, 'nadam’ de uma forma curiosa no fundo do mar, mudam a parte traseira do manto para a frente e para trás e agitam seus tentáculos de cores vivazes”.


Mas por que essa criatura é assim tão chamativa? Bem, você sabe que as cores são uma advertência: embora lindas e atraentes, a Metasepia pfefferi contém um veneno letal, considerado em pé de igualdade com a da Hapalochlaena, um dos animais mais venenosos do mundo.


[ GreenMe ]
Postar um comentário