Stúdio Old Tattoo

Stúdio Old Tattoo
Old Tatoo

Dalva de Oliveira - "Máscara Negra"


Quantas vezes bailei no Clube 10 de Outubro ao som de Máscara Negra, a minha marchinha de carnaval preferida. De vez em quando, a Fernanda, essa maravilha aí ao lado, brinca com o pierrô da vó Elvira e nós cantamos e cantamos e cantamos a linda música do Zé Keti. 

Não sei não, mas acho que todo ano, nessa época, posto a música e conto a mesma história. Memória não ajuda e a preguiça atrapalha a busca. hehehe!!!

Máscara Negra é uma canção, em ritmo de marcha-rancho, composta por Zé Keti e Pereira Matos.

Gravada pelo próprio Zé Keti e, depois, por Dalva de Oliveira (no álbum A Cantora do Brasil), a canção venceu o Primeiro Concurso de Músicas para o Carnaval, recém-criado pelo Conselho Superior de Música Popular Brasileira do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro.



Máscara Negra

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão

Foi bom te ver outra vez
Tá fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele Pierrô
Que te abraçou e te beijou, meu amor

Na mesma máscara negra
Que esconde o teu rosto
Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval

Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval
Postar um comentário