Costelão São José 2015

Costelão São José 2015

2 de maio de 2013

Lugares para curtir o frio sem sair do Paraná

Quem curte viajar nos meses mais frios do ano não precisa fazer longas viagens para aproveitar o clima aconchegante normalmente encontrado em cidades nas montanhas, como Campos do Jordão (SP) ou Monte Verde (MG). Aqui mesmo, no Paraná, é possível visitar lugares acolhedores e muito bonitos, com natureza deslumbrante e boa estrutura de hotéis e pousadas. Selecionamos cinco destinos paranaenses para você aproveitar o friozinho ao lado das pessoas que você gosta, e o melhor, sem sair do Paraná. Confira reportagem do BONDE e boa viagem!

Sengés
Os amantes do turismo de aventura já devem conhecer, mas quem está à procura de um refúgio rústico e tranquilo para fugir das loucuras da cidade grande, não pode deixar de ir a pequena Sengés, no Nordeste do Paraná. Ao lado de Jaguariaíva, também no Paraná, Itararé e Bom Sucesso do Itararé, já no estado de São Paulo, a cidade forma o deslumbrante Vale do Itararé.

O cenário é ideal para quem quer tirar apenas alguns dias de descanso e não pretende viajar muito para poder relaxar. Sengés fica a menos de três horas de Londrina.

Contemplada por riquezas naturais belíssimas, Sengés é muito conhecida como polo da indústria madeireira, mas tem forte potencial turístico, ainda pouco explorado. Na região, o turista encontra águas límpidas em abundância como rios, riachos, corredeiras, cascatas e belas quedas d'águas, que formam lagos e represas. Cannyons, vales, grutas e florestas completam a paisagem.
 
Onde ficar

Hotel Sengés
Av Paraná, 368
(43) 3567-1333
www.hotelsenges.com.br

Em Itararé (a 16 km de Sengés)

Fazenda Jatibuca (rural)
Rodovia SP 258 - Km 326 - Bairro do Rio Verde
(15) 3532-2588/ 3431-8262

Pousada das Andorinhas
R. São Pedro nº 2541
(15) 3532-1109

Pousada Topitó (urbana)
Rua Santa Cruz, 59
(15) 3531-1915
pousadatopito@hotmail.com
www.itararepousada.com.br

Faxinal 
A natureza foi generosa com o município de Faxinal (a 100 km de Londrina). De relevo acidentado e recursos hídricos abundantes, a cidade concentra dezenas de cachoeiras que a tornam ideal para o turismo de aventura ou a simples contemplação das exuberantes paisagens formadas por rios, quedas d'água e mata nativa deixam o clima sempre ameno e agradável.

A região tem 68 cachoeiras catalogadas. As quedas mais abruptas - que ultrapassam os cem metros de altura - favorecem a prática de esportes radicais como o rapel, oferecido por guias especializados do próprio município. Nessa modalidade, os praticantes descem por encostas de montanhas ou paredões de rochas através de amarrações. A surpresa maior da aventura é o forte ''spray'' de água que emana das cachoeiras, banhando o esportista durante a descida.

A estrutura de Faxinal para a recepção de turistas ainda é modesta, porém, suficiente para garantir bons momentos junto à natureza. Além de cinco hotéis e restaurantes na área urbana, a cidade conta com dois hotéis-fazenda e um camping. Em todos eles, é possível pernoitar ou apenas pagar uma taxa para passar o dia.

O mais antigo e estruturado hotel fazenda é o Luar de Agosto. A área de 50 alqueires é cercada por montanhas e banhada pelo rio São Pedro, que também batiza o salto de 125 metros onde é possível praticar rapel ou simplesmente contemplar a impressionante cachoeira que, com ajuda do vento, molha até mesmo quem está a vários metros de distância. O hotel oferece também o arvorismo, que permite aos praticantes caminharem por uma trilha acrobática entre as copas das árvores, boia-cross, rapel e piscina com capacidade para 400 mil litros de água corrente. Os hóspedes do chalé podem utilizar também a piscina aquecida.

Outras informações pelo telefone (43) 3461-1421 ou pelo site www.luardeagosto.com.br.

Onde ficar

Hotel Fazenda Luar de Agosto
Estrada do Barreirinho, 442, Vale do Ivaí
(43) 3461-1421
www.luardeagosto.com.br

Hotel Maísa
Rua Eugênio Bastiani, 785
(43) 3461-1568

Hotel e Restaurante Anthony
Avenida Brasil, 1783
(43) 3461-1833

Hotel Itaipu
Rua Ismael Pinto Siqueira
(43) 3461-1534

Rota do Café 
A Rota do Café é um passeio que foi cuidadosamente elaborado por uma iniciativa do Sebrae Paraná e parceiros, com objetivo de fomentar o turismo no norte do estado. A ideia nasceu com a proposta da regionalização das rotas turísticas do Paraná.

Propriedades cafeeiras, cooperativas, empresas do ramo, centros de pesquisas, museus, pousadas e restaurantes rurais são alguns dos empreendimentos envolvidos no tour. Nesses lugares, o turista irá conhecer belas paisagens, o processo produtivo dos grãos, as antigas máquinas, casas e construções da época dos barões de café, participar de rodadas de degustação, além de se deliciar com os cafés coloniais.

Ao todo 25 municípios fazem parte da Rota. Em Londrina, outras cidades da região como Arapongas, Cambé, Rolândia e Assaí também estão inclusas na Rota. Em Ribeirão Claro tem uma fazenda antiga, que há cerca de 150 anos produz café. Ela conserva toda a história, do terreirão à tulha. A visita é encerrada com um café colonial, com doces, bolos, pães e produtos feitos com o grão.

Para informações sobre os atrativos da Rota e onde ficar clique aqui.

Tibagi 
O Paraná é um Estado rico em belezas naturais que vão muito além da região serrana e do litoral. Bom exemplo é a região dos Campos Gerais, repleta de áreas verdes, rios límpidos e monumentos rochosos.
 
Quer um exemplo? Que tal programar uma pequena viagem e dar um pulo até Tibagi, que já foi eleita a "melhor cidadezinha do Brasil"? O destino fica 'logo ali', a 210 km de Londrina.

Um dos 42 municípios que integram a bacia do rio do mesmo nome, situada na "Rota dos Tropeiros" (centro leste do Paraná), Tibagi é considerado um dos mais belos municípios brasileiros.

Destacam-se como atrativos naturais o Parque Estadual do Guartelá, com seus fantásticos "canyons", como o do Rio Iapó, mais conhecido como Canyon Guartelá (6º maior do mundo), suas cachoeiras e insinuantes formações rochosas. Percorrendo suas várias trilhas, pode-se descobrir inúmeras belezas, como a Cachoeira da Ponte de Pedra, com queda de quase 200 metros.

Alguns outros, como o Salto Santa Rosa, com uma queda de 60 metros que forma uma piscina natural, ou o Salto Puxa Nervos, o Arroio da Ingrata (ou recanto do Marins), estão localizados em áreas particulares, havendo a necessidade de contato antecipado para visitação.

Para que gosta de esportes de aventura, alguns exemplos são: o Morro da Comuna, eleito pelos adeptos de parapente como um dos melhores sítios de vôo-livre do Estado do Paraná. O Morro já sediou festivais e campeonatos estaduais do segmento, desenvolvendo uma nova modalidade esportiva no município.

Pousadas e fazendas em Tibagi

Enquanto o Parque Guartelá é procurado pelo turismo contemplativo de apenas um dia, pousadas e fazendas adjacentes investem em roteiros alternativos, opções de aventura e infraestrutura para que o visitante fique mais tempo na região.

Um exemplo é a Reserva Ecológica Itaytyba, propriedade particular localizada no outro lado do cânion, em uma área de 1090 hectares ao longo da margem direita do Iapó. O complexo ecoturístico rural conta com uma infraestrutura para grandes grupos e eventos, além de diversas opções de lazer, gastronomia, atividades culturais e programas ambientais. Dentro da reserva, chama atenção o Recanto Paleontológico Prof. Olavo Soares que reúne um acervo com preciosas informações sobre os dinossauros, fósseis, cristais, minerais e rochas, oriundos de diferentes regiões.

Outra estância interessante da região é a Fazenda São Damásio, com acesso pelo Km 38 da Rodovia Tibagi – Castro (PR-340). Antiga propriedade escravocrata, a fazenda guarda paredões abruptos do Cânion Guartelá, além de vários arenitos que despontam pelos campos ao redor. A paisagem deslumbrante e primitiva do local já foi cenário para diversos documentários, entre eles o filme "Preço da Paz", de Paulo Morelli, que conta a história da Revolução Federalista brasileira. Para chegar até aos mirantes naturais, o visitante tem que atravessar quase uma dezena de porteiras entre capões de mata nativa, lavouras e pastagens. Frederico Zens, proprietário da fazenda, só faz uma exigência para quem quer conhecer o local. "Não esqueçam de fechar as porteiras, senão o gado vai pro brejo".

Mais informações estão disponíveis no site da Prefeitura de Tibagi.

Onde ficar:

Urbanas

Pousada das Alamandas
Praça Leopoldo Mercer, 146
Centro
(42) 3275-3015

Pousada do Engenho
Rua Ana Beje, 741
Centro
(42) 3275-1103
marcelogeus@hotmail.com / patriciadegeus@hotmail.com

Rurais
Aldeia dos Pioneiros (Itáytyba Ecoturismo)
BR 153 - (Transbrasiliana) km 184,4
(42) 3275-2137
itaytyba@itaytyba.com.br
www.itaytyba.com.br

Pousada Fazenda Guartelá
PR 340 (Rodovia Guataçara Borba Carneiro) - km 49
Guartelá
(42) 3275-1127
tatitbg@hotmail.com
www.pousadafazendaguartela.com.br

Pousada Rural Longe Vista
BR 153 (Rodovia Transbrasiliana) - km 206,5
São Domingos
(42) 3275-1104
joanadegeus@hotmail.com
www.pousadalongevista.com.br

Ribas Hotel (Safaris Farm)
BR 376 (Rodovia do Café) - km 454
(42) 3227-3797
safarisfarmtur@hotmail.com
www.safarisfarm.com.br

Pousada do Salto Santa Rosa
Estrada para localidade de Barreiro
(42) 8812-3827
santarosa@tibagiturismo.com.br
www.tibagiturismo.com.br/santarosa

Pousada Vale dos Pássaros (Puxa-Nervos)
17 km da cidade (sentido Santa Rosa)
Barreiro
(42) 8813-4669
puxanervos@tibagiturismo.com.br
www.tibagiturismo.com.br/puxanervos

Sítio Aguaraguazu
PR 340 - Acesso próximo a entrada do Parque Estadual do Guartelá
Guartelá
(41) 8403-8068 (Ivone) / (41) 8403-8056 (Enzo)
enzo@cormorano.com.br / pousadamaremato@gmail.com
www.aguaraguazu.com.br

Prudentópolis 
A cidade de Prudentópolis, na região centro-sul do Paraná, se destaca pelas suas belezas naturais. O município possui mais de 100 cachoeiras catalogadas, sendo que várias possuem mais de cem metros de altura. Em Prudentópolis nasce o maior rio em extensão do Paraná, o rio Ivaí, a partir do encontro do rio dos Patos com o rio São João. O município tem gradativamente ganhado importância no cenário turístico do Estado.

A região é repleta de cachoeiras, saltos, belas paisagens, serras, o que possibilita contemplar a natureza, praticar turismo de aventura e relaxar, além de possuir toda infraestrutura para receber os visitantes.

Entre os atrativos, destaque para o Salto São Francisco, o mais alto do Sul do país com 196 metros de queda livre. Outra atração da cidade são as atividades festivas típicas da cultura ucraniana, com danças de grupos folclóricos e gastronomia típica. A cidade também apresenta lindas igrejas consideradas patrimônio cultural e artístico e museu com acervos da história de Prudentópolis. Para os que quiserem se aventurar, o município oferece a prática de rapel, canyoning, rafting e tirolesa.

Localizada ao lado da BR-373 entre Ponta Grossa e Guarapuava (com acesso também pela BR-277 ao sul do município), Prudentópolis também se destaca por ter uma das maiores festas juninas do Paraná, sendo dez dias de festas, onde acontecem vários shows artísticos e pirotécnicos, o que atrai muitos turistas para a região.

Onde ficar


Ózera Hotel Pousada
Rodovia BR-373 - kmM 260, s/n - Rio dos Patos
42 3446-5316
E-mail: ozera@ozera.com.br
Site: www.ozera.com.br

Elite Palace Hotel
Rua Marechal Deodoro, 1530 - Centro
(42) 3446-4838
elitehotel@elitehotel.com.br
www.elitehotel.com.br

Mayná Palace Hotel
Rua Osório Guimarães, 935 - Centro
(42) 3446-2091
www.hotelmayna.com.br/site/

Villa Lopes Hotel
Av São João, 2595 - Centro
42 3446-1476
E-mail: falecom@villalopeshotel.com.br

Hotel Baruck
Av São João, 2897 - Centro
(42) 3446-4029
contato@hotelburack.com.br
www.hotelburack.com.br

Tomazina 
Tomazina é sem dúvida um lugar de total tranquilidade. Uma caminhada pela ruas é um bom começo para desfrutar de toda paz e sossego que a cidade oferece. Mas se a sua 'praia' é adrenalina, não tem problema, o lugar também é perfeito para a prática do turismo de aventura.

Cortada pelos Rio das Cinzas, Tomazina abriga, bem próximo ao centro da cidade, belas cachoeiras e corredeiras, além do Salto Cavalcanti, um dos mais bonitos do Brasil, com 15 metros de altura e 150 metros de extensão. A cidade ainda tem vocação para o turismo rural, com ótimos hotéis fazenda, passeios a cavalo, charretes pelas ruas da cidade, além do ar puro e natureza exuberante.

Salto do Cavalcanti

Agraciada pelas corredeiras do Rio das Cinzas, a cidade desenvolveu uma vocação natural para os esportes aquáticos. A canoagem foi a primeira modalidade a despontar na região. Hoje, Tomazina faz parte do Circuito Nacional de Canoagem, realizando anualmente (sempre em novembro) o Festival de Canoagem, que durante três dias recebe atletas e visitantes de todo o País.

Parque das Corredeiras

A região atambém é propícia para a realização de trilhas, subidas às cavernas nos morros que rodeiam a cidade, rafting, motocross e muito mais. Na cidade não deixe de visitar locais como o Horto Florestal Municipal, a Reserva Ecológica Bordignon, a Reserva Ecológica da Tribo Indígena Pinhalzinho, o Ninhal das Garças, as Grutas do Grotão e as Ruínas da Ponte de Ferro.

Atraídos pela diversidade natural no entorno do Rio das Cinzas, na região é comum encontrar animais como gato-do-mato, jaguatirica, anta, veado, macaco-prego, tatu-galinha, tatu, capivara, paca, paca-cateto, irara, ouriço, gambá, morcego, queixada, lontra, preá, quati, lebre, serelepe, lagarto, jacutinga, jacutinga-saracuri.

Com tantas atrações, essa cidadezinha de aproximadamente 9 mil habitantes, atrai muita gente no verão, quando chega a acolher cerca de 25 mil habitantes, entre moradores locais e população flutuante. Só falta mesmo você! Tomazina fica entre duas e três horas de Londrina (cerca de 200 km), o que significa que é possível visitá-la em um fim de semana, que pode ser prá lá de divertido!

Nenhum comentário: